Somos aquilo que nos pertence ... um olhar no património ... um olhar em nós próprios!

.Inicio

Criámos um blog no âmbito do concurso das “Cidades Criativas”. Aprendemos a trabalhar com ele, fizemos recolha informativa, marcámos entrevistas e assentámos várias ideias, que poderão tornar este trabalho num autêntico mistério para todos nós. Assinámos um contrato com o imprevisto. A investigação, certamente, trará aspectos positivos e negativos. Esperamos, com certeza, ganhar, mas o mais importante é que aceite o nosso convite: Venha Conhecer a Amadora!

.Apresentação

Olá, nós somos alunos da escola Secundária Seomara da Costa Primo, situada na Amadora. Somos da turma 3 do 12º ano e estamos a participar no concurso "Cidades Criativas". O nosso trabalho tem como tema "Um olhar no património" e vamos abordar o valor patrimonial Histórico e Arqueológico da cidade da Amadora. Os elementos do grupo são: o António Valdez, o Jorge Costa, a Marlene Lopes, o Gabriel Zsurkis e o Leibonísio Landim. O professor apoiante do nosso trabalho é o nosso professor de Área Projecto, o Professor Alfredo Garcia.

.OLHE!!

.Relogio

.Rádio Patrimonio - A nossa Rádio

Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

LOCALIZAR A AMADORA NO TEMPO

  Na primeira metade do século XX, pessoas de várias camadas sociais como operários, artistas, comerciantes, funcionários públicos e industriais levados pelo um conceito de progresso aliado ao modernismo, pretendem construir, se assim podemos referir uma “cidade jardim” criando uma interligação entre a natureza e o estilo urbano. Por decreto de lei de D. Carlos, todos os lugares da Porcalhota, Amadora e Venteira passariam a ter só uma denominação – Amadora.
Em 1914, foi inaugurado o edifício principal dos
Recreios da Amadora (ver imagem em baixo), equipamento cultural e desportivo, concebido e organizado por uma classe burguesa florescente, dinamizadora da vida social local. Em Junho de 1933, o Chefe de Estado Marechal Carmona visitou a Amadora para presidir à inauguração do Parque Delfim Guimarães. Na década de 30, assistiu-se à primeira fase de crescimento demográfico da Amadora, que se manteve até aos anos 50. Surgem novos loteamentos, mais casas e edifícios. Verifica-se um desenvolvimento ao nível industrial, fundamentalmente da indústria metalomecânica, com o consequente desenvolvimento das infra-estruturas de transporte da região.

publicado por GRUPO DO PATRIMÓNIO às 12:03
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De JCM a 23 de Outubro de 2007 às 00:44
Gostei do "contrato com o imprevisto".
Bom trabalho!
Um abraço
JCM
De GRUPO DO PATRIMÓNIO a 23 de Outubro de 2007 às 13:44
Muito obrigado, pelo seu comentário.

VIVA ÀS CIDADES CRIATIVAS!

O GRUPO.

Comentar post

.pesquisar

 

.posts recentes

. Momentos da festa C.C.C.

. Grupo foi à festa do C.C....

. Fotos do dia da Apresenta...

. Alunos criam clube motiva...

. Visita guiada ao Patrimón...

. Filme projectado na nossa...

. Relatório Final

. Equipa de Apoio às EscoIa...

. A nossa apresentação públ...

. Empenho do grupo elogiado...

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

."Olhe" para nós!

Fotos dos elementos do grupo - "Um olhar sobre o Património"

.VENHA CONVERSAR CONNOSCO ...